Notícias

Dicas de cuidados com a rotina das crianças durante a quarentena.

Convidamos a Dra Íviny Almeida (CRP 04/34055), que é psicóloga para ajudar com dicas especiais para as mamães nesse período de quarentena. 

A rotina está toda diferente, as crianças estão sentindo que existe algo estranho e muitas mamães não sabem se é certo ou errado colocar o filho(a) ciente da situação mundial e da importância do COVID-19. 

Fizemos algumas perguntas, veja abaixo.

Importante lembrar que as crianças aprendem muito com os exemplos dos pais. Nesse momento é vital cuidar do bem estar emocional de todos. Incluindo o de vocês mamães.

Lembrem da importância de passar álcool em gel, lavar devidamente as mãos e do uso da mascara quando precisarem sair de casa. Tem um post aqui no blog super especial e explicativo, só clicar abaixo.

No inicio da quarentena preparamos um post com a Cápsula do Tempo, para as crianças e pais documentarem juntos suas experiências. Vamos juntos tornar esse período mais leve e esperançoso para nossas crianças. Só clicar na imagem abaixo.

Outra preocupação das mamães tem sido o  “Sono e Exposição às telas.” durante essa quarentena!  

Perguntamos á Dra Íviny: Como administrar? 

Veja a resposta abaixo:

“O sono é essencial para o desenvolvimento humano e manutenção da saúde. É através dele que nosso cérebro se “organiza”. O cérebro, por sua vez é como um maestro que coordena uma orquestra de muitos músicos (nossas funções fisiológicas e cognitivas). Quando o sono é regular e consistente, a orquestra toca de forma harmoniosa. Nos dias atuais, no entanto, tivemos alteração de alguns fatores importantes para a manter a qualidade do sono e dentre eles estão a alta exposição ao uso de telas.

Com o desafio de administrar os afazeres, o uso de telas se tornou um recurso para manter a distração das crianças. No entanto, percebemos que no fim do dia, elas estão despertas, desreguladas emocionalmente e, embora cansadas, demoram a pegar no sono, acordam várias vezes ou se mantém agitadas enquanto dormem. A orquestra está tocando de forma desordenada e é um barulho desagradável. Esses e outros, são sinais que devem chamar nossa atenção para a alta exposição às telas. O uso excessivo das mesmas (tablets, tv´s, videogames, celular e notebooks) expõe o cérebro em desenvolvimento à radiação eletrônica, que por sua vez, provoca alteração do ciclo que o regula. Sendo assim é importante utilizar estratégias alternativas que possam diminuir o impacto do uso como: diminuir a luz da tela, reduzir o tempo de exposição, evitar exposição ao final do dia, substituindo por atividades quevpromovam relaxamento e conexão emocional.”

Acompanhe as nossas redes sociais e até o próximo post aqui no blog. 

Comments are closed.

0 %